Averbação de tempo de serviço prestado no exterior

Averbação de tempo de serviço prestado no exterior

A averbação de tempo de serviço prestado no exterior é a possibilidade de utilizar o tempo de contribuição/serviço de um país em outro para requerer algum benefício previdenciário. Por exemplo, é possível utilizar o tempo trabalhado nos Estados Unidos para requerer a aposentadoria no Brasil e vice-versa.

Estudo realizado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostra que brasileiros passaram a imigrar mais para países ricos.

Portugal, Itália, Espanha e Estados Unidos são alguns dos lugares que mais recebem migração brasileira.

Por outro lado, o Brasil também recepciona pessoas das mais diversas pátrias: nigerianos, venezuelanos e haitianos são as nacionalidades mais recebidas em nosso país.

Fato é que muitas dessas pessoas trabalhavam no país de origem, possuindo tempo de contribuição que pode ser utilizado para requerer benefícios previdenciários no Brasil.

Mas antes de sair transferindo o tempo de serviço de um país para outro, você deve entender por completo suas implicações, para não correr o risco de prejudicar o seu futuro previdenciário.

Já vi o caso de um francês que pediu a aposentadoria no Brasil com o tempo do país de origem, cujo valor de benefício concedido foi de R$ 40,00 mensais.

Imagine-se você na situação dessa pessoa, tendo que ir ao banco sacar o seu benefício de R$ 40,00. Nesse caso, certamente não houve um planejamento previdenciário.

Trata-se de um tema complexo que exige a atuação de profissional especializada no assunto.

Neste post, você vai aprender os principais pontos sobre o procedimento de totalização do tempo de serviço.

Totalizar o tempo de serviço estrangeiro

No Brasil, é muito comum as pessoas pedirem a averbação do tempo de contribuição de um regime previdenciário para outro.

Isso acontece principalmente entre o regime geral e os regimes próprios. Por exemplo, um servidor público pode averbar o tempo de contribuição da iniciativa privada no regime próprio do Município, Estado ou União.

Contudo, quando se trata da transferência de tempo de serviço de uma nação para o outra estamos falando de totalizar o respectivo tempo.

É importante você saber a nomenclatura correta porque vai facilitar a sua compreensão do assunto.

Para fins didáticos, neste post, nós vamos usar essas expressões como sinônimas.

Aposentadoria ou pensão

Outro vocábulo que você vai encontrar com frequência quando estudar este assunto é “pensão”. Na grande maioria dos países a pensão tem o mesmo significado que aposentadoria.

Por isso, não estranhe se você se deparar com as expressões “pensão por velhice” ou “pensão por tempo de serviço”, que são as nossas conhecidas aposentadoria por idade (urbana e rural) e aposentadoria por tempo de contribuição.

Aqui no Brasil, atualmente só existe um tipo de pensão, que é a por morte.

Acordos internacionais

Para averbar o tempo de serviço do exterior é necessário que exista um acordo internacional, que pode ser de dois tipos: bilaterais e multilaterais.

O acordo multilateral é aquele firmado com mais um país. É exemplo o acordo celebrado com os países participantes do Mercosul: Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.

Já os acordos bilaterais, como o próprio nome indica, são realizados por apenas dois países.

O último acordo internacional bilateral efetivado foi com os Estados Unidos.

Portanto, para saber se você pode transferir o seu tempo de serviço para outro país, primeiro, verifique se existe um acordo entre os países regulando o tema.

Algumas das nações que já possuem acordo internacional celebrado com o Brasil são as seguintes:

  • Alemanha;
  • Bélgica;
  • Cabo Verde;
  • Canadá;
  • Chile;
  • Coreia;
  • Espanha;
  • França;
  • Grécia;
  • Itália;
  • Japão;
  • Luxemburgo;
  • Quebec;
  • Argentina;
  • Bolívia;
  • El salvador;
  • Equador;
  • Paraguai;
  • Portugal;
  • Uruguai.

Essa lista é constantemente ampliada, conforme as relações com outros países vão sendo estabelecidas e desenvolvidas pelos agentes diplomáticos.

Você pode pedir apenas alguns benefícios previdenciários

Se você acompanhou a tramitação da reforma da previdência, provavelmente ficou frustrado com o endurecimento das regras previdenciárias.

Porém, ainda assim o modelo previdenciário brasileiro é considerado um dos melhores do mundo, tendo em vista a quantidade de benefícios e facilidade para obtê-los.

Imagine, então, se não houvesse tanta corrupção e sonegação de tributos em nosso país, com certeza seríamos modelo mundial a ser seguido.

E, por que nós estamos te falando isso? Para você entender que não são todos os países que garantem os benefícios previdenciários existentes no Brasil, como o auxílio-doença e a aposentadoria por invalidez, por exemplo.

Pensando nisso, confira se o benefício que você pretende requerer está contemplado no acordo internacional, evitando, assim, transferir tempo de serviço entre os Estados sem necessidade.

Fique atento ao valor do benefício

Um ponto bastante negligenciado quando da totalização do tempo de serviço é o valor do benefício, que pode ser inferior ao salário-mínimo.

Em geral, os benefícios concedidos no Brasil não podem ser inferiores ao salário-mínimo vigente. Contudo, essa regra não se aplica na situação de totalização do tempo de serviço estrangeiro.

Além disso, a forma de cálculo do valor do benefício é diferente, exige dois processos que não consideram os salários de contribuição estrangeiros.

Isso mesmo, somente são consideradas as suas contribuições aqui no Brasil para determinar o valor do benefício. Por essa razão, é comum o valor do benefício ficar muito abaixo do esperado.

Portanto, se você está inseguro sobre a viabilidade de averbar o tempo de serviço do exterior, consulte um advogado especialista em previdenciário.

É possível solicitar a análise do seu caso ou requerer somente o cálculo do valor do benefício para saber se é vantajoso realizar a totalização do tempo.

Por meio da averbação de tempo de serviço prestado no exterior você pode antecipar a sua aposentadoria em alguns anos.

Publicações relacionadas

12 Comentários

  • Publicado 6 de Dezembro de 2019

    Fernando

    Assunto: Convenio bilateral. Diferentes idades para aposentadoria.
    Boa tarde,
    Sou estrangeiro residente com 65 anos precisando totalizar períodos.
    Solicitei aposentadoria por idade no Brasil (IberoI) adiando a do outro pais por ser diferente a idade para aposentadoria lá(8 meses mais).
    Agora estou chegando a idade necessária e não sei como solicitar a parte do pais que ficou adiada.
    Existe uma opção no menu INSS que diz Solicitar beneficio exclusivo Pais Acordante , pode ser essa!
    Obrigado

    • Publicado 15 de Dezembro de 2019

      Maicon Alves

      Olá Fernando, tudo bem?

      No Meu INSS tem opções próprias para pedir a aposentadoria com totalização de tempo estrangeiro, procure pela opção “benefícios e serviços de acordos internacionais”. Depois é só selecionar o benefício que você pretende requerer.

      Qualquer dúvida, pode me chamar no WhatsApp que eu te ajudo.

      Grande abraço!

  • Publicado 21 de Dezembro de 2019

    Arno Nachtigall

    Muito bom o seu comentário, eu me aposentei no Brasil com 22 anos de contribuição ganhando um salario mínimo e trabalhei no USA perto de 15 anos mas consegui os devidos créditos, estou recebendo as duas que dá um total de Cr$ 3.400,00 ao mês Eu tenho 37 anos + ou _ de contribuição o que me aconselhas faze a Averbação para ganhar mais ou deixar com esta
    no aguardo
    A.N.

    • Publicado 23 de Dezembro de 2019

      Maicon Alves

      Olá Arno, tudo bem?

      Já te adianto que para isso será necessário uma consultoria no seu caso.

      Mas eu vou tentar te esclarecer alguns pontos.

      Como você já se aposentou no Brasil, não é possível utilizar o respectivo tempo de contribuição para solicitar um novo tipo de aposentadoria.

      Ainda, tem que ser analisado o respectivo acordo entre Brasil e USA para saber se é possível trazer o tempo do USA para o Brasil, tendo em vista que você conseguiu os créditos.

      Por final, deve ser considerado se somar o tempo de USA com o tempo que você tem no Brasil (que não foi utilizado na aposentadoria solicitada aqui) você cumprirá algum dos requisitos de aposentadorias no Brasil, bem como analisar qual vai ser o valor de benefício (se compensa financeiramente para você).

      Ou seja, é um tema complexo e exige a atuação de um profissional especializado.

      Espero ter esclarecido a sua dúvida.

      Grande abraço!
      Maicon Alves

  • Publicado 24 de Dezembro de 2019

    Viviane Marques

    Trabalhei nos EUA recolhendo para SSA entre 93 e 95. Gostaria de utilizar o tempo para somar na minha aposentadoria por pontos. É possível?

    • Publicado 2 de Janeiro de 2020

      Maicon Alves

      Olá Viviane, tudo bem?

      Sim, você pode somar esse tempo para a sua aposentadoria por pontos.

      Contudo, deve tomar bastante cuidado para verificar se vai ser vantajoso financeiramente para você ou não.

      O ideal é você solicitar a análise por um advogado especialista, que fará os cálculos para você.

      Qualquer dúvida estamos à disposição.

      Grande abraço!
      Maicon Alves

  • Publicado 5 de Março de 2020

    Eunice Franco

    Gostaria de saber como faço , para acrescentar o meu tempo de serviço no Brasil , aqui nos USA, Pois moro aqui e vou me aposentar aqui , tenho 13 anos de Contribuição no Brasil.

    • Publicado 12 de Março de 2020

      Maicon Alves

      Olá Eunice, tudo bem?

      Para responder a sua pergunta corretamente, eu preciso de mais algumas informações suas.
      Eu te mandei e-mail, aguardo seu retorno.
      Um grande abraço!

      Maicon Alves

  • Publicado 4 de Maio de 2020

    Raiane Silva

    Boa tarde!
    Gostaria de uma informação.
    O tempo trabalhado nos EUA, pode ser computado para aposentadoria por tempo de contribuição aqui no Brasil?
    Ou é somente para aposentadoria por idade?
    Dei uma olhada no acordo bilateral Brasil x EUA, e só fala expressamente sobre a aposentadoria por idade, invalidez e pensão por morte.

    Aguardo resposta!!
    Desde já, obrigada!

    • Publicado 14 de Maio de 2020

      Maicon Alves

      Olá, Raiane, tudo bem?

      Atualmente são mais de 20 acordos internacionais, cada um tem regras específicas. Para responder a sua pergunta, preciso parar algumas horas para analisar o referido acordo.

      Nesse caso, podemos agendar um horário para consulta, na qual eu posso, inclusive, estudar e analisar a viabilidade de trazer integrar o tempo de contribuição. Preciso fazer cálculos, porque, reflete no valor do seu benefício.

      Você pode me mandar mensagem no WHATSAPP, que eu te passo mais informações.

      Um abraço!
      Maicon Alves

  • Publicado 4 de Junho de 2020

    Jefferson Martins

    Boa noite, trabalhei em Portugal durante 8 anos(2001 a 2009) e atualmente estou morando no Brasil, é possivel utilizar o dinheiro que me foi descontado lá para comprar um imovel aqui? No caso somando com o nosso fgts.

    • Publicado 5 de Junho de 2020

      Maicon Alves

      Olá, Jefferson, tudo bem?

      Nós conversamos por telefone, já te passei as orientações necessários.

      Aguardo seu retorno.

      Atenciosamente,
      Maicon Alves

Deixe um comentário

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.