Como usar o Meu INSS (2019)

Como usar o Meu INSS (2019)

O portal Meu INSS foi lançado pelo Ministério da Previdência Social em 2017, como uma ferramenta para facilitar a vida dos segurados.

O sistema tem como meta migrar para o meio digital os serviços que são prestados no balcão, agilizando o atendimento e a execução dos trabalhos.

Assim, o segurado pode consultar, emitir extratos, declarações, requerer benefícios e acompanhá-los, entre outros serviços que são implementados regulamente.

Você pode ter acesso ao Meu INSS por meio do site ou baixar o aplicativo em celulares, tablets e outros aparelhos móveis.

Ficou curioso e quer saber como utilizar o Meu INSS? Fique comigo que até o final deste artigo você vai dominar essa ferramenta!

Cadastro no Meu INSS

Página Inicial Meu INSS - Advocacia Alves

O primeiro passo para utilizar os serviços do Meu INSS é realizar um cadastro.

Acesse a página inicial do Meu INSS, pode ser pelo site ou fazer o download do aplicativo – para celulares android e IPhones). Em seguida, clique sobre o desenho do rosto, no canto superior e direito da página.

Depois, você vai precisar preencher alguns dados seus, como o nome completo, o CPF, a data e o estado em que nasceu, e nome da sua mãe.

Ainda, o próprio sistema vai fazer algumas perguntas sobre seus históricos previdenciário e trabalhista (onde trabalhou, por quanto tempo, data de saída e última contribuição são perguntas frequentes) para conferir a sua real identidade.

Preste atenção a essas perguntas, pois se as respostas forem incompatíveis com as informações constantes em seu cadastro, você provavelmente não vai conseguir ter acesso à ferramenta.

Nesse caso, ligue para a Central de Atendimento, pelo número 135, para obter mais informações e, assim, conseguir acessar os serviços.

No final do cadastro, você vai receber uma senha provisória, a qual você deve mudar ao realizar o primeiro acesso.

Veja a seguir os principais serviços disponibilizados no portal.

Serviços prestados pelo portal Meu INSS - Advocacia Alves

Assista o vídeo de como fazer o cadastro no Meu INSS

Se preferir, você pode assistir o vídeo de como fazer o cadastro no Meu INSS.

Extrato Previdenciário (CNIS)

Todas as informações previdenciárias do segurado são reunidas em um extrato previdenciário – chamado de CNIS, tais como o salário de contribuição, o tempo de contribuição, recebimento de benefícios etc.

Com os dados constantes no CNIS, o INSS faz o cálculo do valor da dos benefícios de cada segurado.

Por isso, é extremamente importante manter as informações contidas no extrato atualizadas, já que elas interferem nas aposentadoria, auxílio-acidente, auxílio-doença etc.

É muito frequente o extrato previdenciário conter equívocos ou falhas, por exemplo, pode estar faltando salários de contribuição, períodos de trabalho em atividade rural, militar entre outros.

Essa é uma das funcionalidades presentes no portal meu INSS mais importantes, porque traz o valor da contribuição e a respectiva base de cálculo.

Histórico de pagamentos de benefícios

O histórico de pagamentos de benefícios é outro tipo de extrato oferecido pelo Meu INSS.

Você pode consultar informações de pagamentos de forma detalhada, tais como valores, banco e data do crédito. Antes de ser oferecido por meio do portal, esse serviço era conhecido como Extrato de Pagamento do Dataprev.

Carta de concessão

A carta de concessão é um ofício que o INSS manda para a residência do segurado, informando sobre os dados da concessão do benefício, a forma de cálculo utilizada para apurar o valor da renda mensal, bem como informações sobre a data do pagamento e o banco responsável.

Entretanto, é muito comum os segurados mudarem-se de residência, de forma que, na prática, você pode nem receber a citada carta.

Ainda assim, é possível ter acesso ao documento por meio do Meu INSS, mais uma facilidade disponibilizada pelo portal.

Extrato de empréstimo consignado

Você também pode consultar os valores de empréstimos consignados descontados em seu benefício. Nesse extrato constam informações sobre a margem de consignação atual, valores das parcelas e o prazo.

Agendamentos e requerimentos de benefícios

Você pode realizar diversos agendamentos e requerimentos por meio do Meu INSS, sendo um dos serviços de maior utilidade prática.

Por exemplo, você pode agendar e requerer:

Além disso, o próprio Meu INSS vai instruir você sobre os próximos passos. Existem alguns serviços que podem ser feitos de forma totalmente online. Outros vão exigir o seu comparecimento em uma agência da previdência social.

O portal conta, inclusive, com uma espécia de calculadora, que verifica se você tem direito à aposentadoria por idade ou tempo de contribuição.

Possibilita o usuário consultar o resultado de uma perícia médica, o extrato para declaração de Imposto de Renda, a declaração de benefício (consta/nada consta) e a revisão de benefício.

Conclusão

Caso você ainda não utilize o portal Meu INSS, faça o cadastro e verifique as suas informações previdenciárias.

É extremamente importante que você acompanhe a sua situação como contribuinte, mantendo os dados e informações sempre atualizados.

Ainda está com dúvidas sobre o portal? Deixe seu comentário abaixo, assim que possível eu respondo todas as perguntas!

Caso precise de atendimento especializado, entre em contato conosco.

Publicações relacionadas

Deixe um comentário

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.