Reajuste dos aposentados 2021: saiba qual é o aumento da aposentadoria para quem ganha salário mínimo ou mais

Por: Maicon Alves / Publicação: 31 de dezembro de 2020 / Atualização: 15 de abril de 2021

Se você é aposentado de longa data, aposto que não vê a hora de o INSS reajustas a aposentadoria

Agora, se você é marinheiro de primeira viagem, ou seja, aposentou-se recentemente, não deve saber muito bem como é realizado o aumento das aposentadorias pelo INSS. Está cheio de dúvidas.

Qualquer seja o seu caso, este artigo é para você! Veja o que você vai aprender neste artigo:

O QUE É O REAJUSTE DAS APOSENTADORIAS?

Se você costuma fazer as suas próprias compras no supermercado – o famoso “rancho” brasileiro, tenho certeza de que já passou por esta situação. Não estranhe, ainda estamos falando sobre direito previdenciário. Sim, estamos.

Veja, ir ao supermercado é quase uma jornada, de paciência ou prazer, depende de cada caso. Primeiro, pega-se um carrinho de compras grande, para caber todos os mantimentos do mês – caso contrário, vai chegar no caixa com as compras caindo pelas bordas.

Em seguida, vai passando pelas prateleiras repletas de produtos e sendo bombardeado de informações de todos os lados: é produto com etiqueta vermelha, branca, sem preço – tem supermercado que já constam preços digitais -, e uma moça que sempre fica nos corredores oferecendo petiscos “grátis” (depois tentam te empurrar um pacote de petisco).

Se ocorrer tudo bem, você vai chegar no caixa desgastado, mas a jornada ainda não terminou: tem as famosas filas. Eventualmente você pode evitar com os caixas preferenciai. Claro, se você possuir direito à preferencia.

Enfim, depois de passar os produtos pelo caixa se depara com a surpresa: a conta deu maior que o mês passado. Mas como? Parece que eu peguei menos mantimentos!

Bem, se você já passou por essa experiência, não se zangue com o supermercado! Você sofreu o efeito da inflação. Esse nome complicado significa que os preços de produtos e serviços no Brasil subiram, mas a sua aposentadoria/salário continua o mesmo. É a perda do poder de compra pela alta generalizada de preços.

Viu como estamos falando de previdenciário? Exato. O reajuste das aposentadorias visa precisamente manter o seu poder de compra, em virtude dos efeitos da inflação.

Todos os anos, o INSS corrige o valor das aposentadorias considerando a inflação do ano anterior. Mas preste atenção, em regra, não se trata de um aumento do valor do benefício, é só um reajuste. Na prática, significa dizer que você está recebendo o mesmo valor.

REAJUSTE DOS APOSENTADOS

Primeiro, você deve saber que, na maioria dos casos, o reajuste é diferente para os aposentados que recebem o valor de 1 salário-mínimo para os que recebem acima dessa quantia.

Vou te explicar em dois tópicos separados para você entender melhor. Mas já adianto: depois de ler você vai saber por que tem a sensação que a sua aposentadoria vale menos a cada ano (e não tem relação com a inflação, ta!?).

Reajuste dos aposentados que recebem salário-mínimo

Vou começar este tópico falando de coisa boa: a partir do fim de janeiro/2021 você vai passar a receber R$ 1.100,00 por mês. O reajuste do INSS em 2021 para quem recebe salário-mínimo foi de 5,26%, o que representou a quantia de R$ 55,00.

Atualmente, cerca de 23 milhões de brasileiros recebem apenas o piso nacional do INSS, isto é 1 salário-mínimo. Os benefícios que compõe esse número é proveniente principalmente do Benefício de Prestação Continuada e aposentadorias cujo cálculo do benefício ficou estipulado nesse valor.

Neste ano, o governo não concedeu aumento real do salário-mínimo, mas tão somente o reajuste da inflação.

Calendário de pagamento de benefícios 2021 para quem recebe 1 salário-mínimo

Veja a seguir, o calendário de pagamento de benefícios para 2021 para os aposentados que recebem até 1 salário-mínimo.

Para saber o dia correto do pagamento, você precisa saber o número do benefício.

Cada benefício pago pelo INSS é composto por uma numeração única e segue um padrão de 10 dígitos no seguinte formato: 123.456.789-0. O número a ser observado será o penúltimo, desconsiderando o dígito. Em nosso exemplo, é número a ser considerado é o 9.

Reajuste dos aposentados que recebem acima do salário-mínimo

Conforme explicado anteriormente, na maioria dos casos, o aumento dos aposentados que recebem salário-mínimo é diferente do aumento para quem recebe mais do que o piso.

E eu vou te explicar o motivo de isso acontecer.

Quando o presidente resolve determinar o aumento do salário-mínimo, ele faz com base na inflação do ano passado (medido pelo INPC) + variação do PIB dos últimos dois anos e, dependendo da situação econômica do país, tenta conceder um aumento real do valor.

Assim, quando o decreto que altera o valor do salário-mínimo do país entra em vigor, que normalmente ocorre nos primeiros meses do ano, o INSS é obrigado a reajustar o valor dos seus benefícios, tendo em vista que ninguém pode receber menos que o salário-mínimo no Brasil.

Assim, pode ocorrer de os segurados ganharem um aumento real na aposentadoria em razão da sistemática de cálculo acima.

Contudo, nos últimos anos, o país passou por uma recessão econômica, razão pela qual a política do governo foi no sentido de somente reajustar o salário, sem conceder um aumento real para não colocar em xeque o empresariado que precisa de fôlego para pagar a folha de pagamento.

Já o aumento dos aposentados que recebem mais do que o piso é feito somente com base no INPC, de modo que nunca vão ter um ganho real no benefício.

É por essa razão que você pode ter a sensação de estar ganhando menos, principalmente se fizer o cálculo considerando quantos “salários mínimos você ganha”.

Ou seja, não estranhe, não é o governo tentando diminuir o valor da sua aposentadoria. Apenas reflete a diferença de cálculo que varia para quem ganha o piso e quem recebe a mais.

Considerando isso, o aumento dos aposentados que recebem 1 salário mínimo no ano de 2021 foi de 5,26%.

E para quem recebe mais de 1 salário mínimo foi de 5,45%, ou seja, especialmente em 2021, quem recebe mais teve um reajuste maior.

E, para saber quanto isso representa na sua aposentadoria, basta multiplicar o valor da sua aposentadoria pela alíquota do reajuste. Exemplo: José Previdência é aposentado e recebe benefício no valor de R$ 2000,00, com o reajuste, ele passará a ganhar R$ 2.089,60 (R$ 2.000,00 * 5,45% = R$ 109,00).

Calendário de pagamento de benefícios 2021 para quem recebe mais do que o piso

Veja a seguir, o calendário de pagamento de benefícios para 2021 para os aposentados que recebem mais do que 1 salário-mínimo.

Para saber o dia correto do pagamento, você precisa saber o número do benefício.

Cada benefício pago pelo INSS é composto por uma numeração única e segue um padrão de 10 dígitos no seguinte formato: 123.456.789-0. O número a ser observado será o penúltimo, desconsiderando o dígito. Em nosso exemplo, é número a ser considerado é o 9.

VALOR DO SALÁRIO-MÍNIMO E TETO DO INSS PARA 2021

Com os reajustes do INSS que acabamos de ver, os valores do piso e teto dos benefícios do INSS para o ano de 2021 passam a ser os seguintes:

  • Valor do piso: R$ 1.100,00
  • Valor do teto: R$ 6.101,06

REVISÃO DA APOSENTADORIA

Já que você está aprendendo sobre reajuste da aposentadoria, nada melhor do que saber um método para você aumentar o valor do seu benefício: o método da Revisão da Vida Toda.

Você já deve ter ouvido sobre ela nos noticiários. Trata-se da revelação da mais recente tese de revisão dos benefícios do INSS, que pode aumentar em até 60% o valor da sua aposentadoria e te dar uma bolada de dinheiro, principalmente porque é possível pedir o pagamento retroativo dos últimos 5 anos.

Para você dominar esse assunto, eu vou te explicar que forma ela incide na sua aposentadoria.

Antes de se falar da Revisão da Vida Toda, o INSS calculava os benefícios de aposentadoria considerando a média dos salários de contribuição a partir de 07/1994 – depois dessa etapa, cada tipo de aposentadoria tem uma forma de cálculo diferente.

Isso se deve porque nessa data entrou em vigor a moeda real, e a conversão do cruzeiro/cruzado para o real é um cálculo que o INSS desejava evitar.

Bem, ocorre que existem muitos aposentados no país que recebiam altos salários nas décadas de 70, 80 e 90, e passaram a receber valores menores depois disso.

Ou seja, a forma de cálculo prejudica o valor da aposentadoria dessas pessoas, pois só considera os menores salários para a média.

Se esse é o seu caso, você pode solicitar o reajuste da aposentadoria para que considere os salários anteriores a julho/1994 e, assim, aumentar o valor do benefício.

E, a revisão da vida toda valor para os seguintes benefícios:

Quem tem direito à Revisão da Vida Toda

Para saber se a revisão é vantajosa para você, somente realizando cálculos, que podem levar até 3 dias para serem finalizados, considerando a complexidade.

Mas, por experiência prática, eu posso dizer que pode ser vantajoso nessas situações:

  • Teve o benefício concedido depois de 1999;
  • Ganhava bem antes de julho/1994;
  • Contribuiu pouco para o INSS nos últimos 20 anos;
  • Começou a pagar valores baixos após julho/1994;

Na dúvida, solicite o cálculo do valor do seu benefício, você pode descobrir se tem direito a Revisão da Vida Toda e, até mesmo, outros erros no cálculo do valor do seu benefício.

CONCLUSÃO

Neste artigo, você aprender o que é o reajuste do INSS e como a forma de cálculo interfere no valor da sua aposentadoria para mais ou para menos.

Com isso, já consegue planejar o seu futuro e quem sabe até marcar aquela viagem para desfrutar da sua aposentadoria.

Agora, você já consegue compreender porque tem a sensação de estar ganhando menos todos os meses.

Por fim, aprendeu sobre o método da Revisão da Vida Toda, que pode aumentar consideravelmente o valor da sua aposentadoria, dando uma bolada de dinheiro no final.

Maicon Alves
Sócio-fundador
Formado pela Universidade do Vale do Itajaí -Univali, foi homenageado com o prêmio mérito estudantil pelo destaque no aproveitamento acadêmico, na participação e realização de atividades técnico-científicas e nas vivências de valores e atitudes éticas durante a vida acadêmica. Fundador da Advocacia Alves, mantém um blog sobre Direito Previdenciário, além de publicar em diversos sites jurídicos. Integrante da Comissão de Direito Previdenciário Regime Geral da OAB/SC. Pós-graduando em Direito Previdenciário pela Universidade do Vale do Itajaí.

Novo Rumo

Por Maicon Alves
Quer receber conteúdos sensacionais como este para adiantar a sua aposentadoria ou melhorar o valor dela?
Cadastre-se na newsletter Novo Rumo. Os seus netos vão te agradecer eternamente por essa decisão!
Cadastre-se agora